Um dia em Indaiatuba-SP: fotos, história e roteiro de atrações

Um dos maiores e mais importantes polos empresariais e industriais da Região Metropolitana de Campinas, Indaiatuba recentemente passou a fazer parte do Circuito das Frutas, devido a sua tradição na produção de frutas e hortaliças, se tornando também uma interessante opção de lazer e turismo no interior paulista.

Apesar de ter mais de 200 mil habitantes, Indaiatuba tem clima de cidade pequena e é um dos meus lugares preferidos na região, justamente pelo seu charme, boa infraestrutura, ótima qualidade de vida e simpáticos moradores.

Típica rua da região central de Indaiatuba
  • Informações práticas:

Nome: Indaiatuba
Estado: São Paulo
Fundação: 9 de dezembro de 1830
População: 256 mil (2020) – 31° estado | 113° país
Gentílico: indaiatubano
IDH: 0.788 – 35° do estado entre 645 municípios
Distância até a capital: 105 km.

  • História

Não se sabe ao certo a data de fundação do povoado que daria origem à Indaiatuba, mas acredita-se que o primeiro núcleo urbano teria surgido no final do século XVII (antes da fundação das primeiras fazendas de cana-de-açúcar), próximo ao local onde o córrego Barnabé desemboca no rio Jundiaí. Em 1813, Pedro Gonçalves Meira, considerado o fundador de Indaiatuba, doou terras para a construção da Capela Nossa Senhora da Conceição, que depois viria a ser a Igreja Matriz da Candelária.

Em 9 de dezembro de 1830, o então povoado de Cocaes foi elevado à condição de sede de uma das freguesias da Vila de Itu, através de um decreto do Imperador Dom Pedro I, já com o nome de Indaiatuba, data essa que passou a ser considerado o aniversário da cidade. Já em 24 de março de 1859, Indaiatuba se emancipa de Itu, com o status de vila e, posteriormente, o status de cidade em 1906, devido ao seu rápido crescimento econômico.

Já o nome Indaiatuba vem do tupi antigo inaîatyba, que significa “ajuntamento de indaiás”, uma referência a vegetação que cobria as terras que viriam a ser a cidade urbanizada.

Antiga casa no Centro
Antiga casa no Centro
  • Atrações:

A maioria das atrações listadas abaixo estão localizadas na região central, o que facilita bastante a locomoção. Para atrações mais distantes, caso você não esteja de carro, Uber e ônibus são opções interessantes (na Praça Dom Pedro II há um pequeno terminal de ônibus com saídas constantes para várias regiões da cidade).

Igreja Matriz

A primeira construção religiosa do local foi erguida em 1813 e era uma pequena capela dedicada a Nossa Senhora. Anos depois, essa capela deu lugar a uma igreja maior, provavelmente construída por volta de 1830, fazendo com que a história da Igreja Matriz de Nossa da Candelária esteja completamente ligada a fundação de Indaiatuba.

De arquitetura simples, essa é uma das poucas igrejas feitas em taipa de pilão no estado de São Paulo.

Endereço: R. Padre Luiz Soliani – Jardim Pau Preto.

Praça Leonor Barros de Camargo

Localizada em frente a Igreja Matriz, essa charmosa praça é cercada por alguns casarões, sendo um ótimo lugar para observar o modo de vida simples dos moradores.

Casarão na praça da matriz

Casarão Pau-Preto

Esse casarão colonial de taipa de pilão foi construído entre 1810 e 1820 para ser a sede da antiga Fazenda Pau-Preto, uma das maiores da região. Com o passar dos anos e o crescimento da cidade, as terras da fazenda foram loteadas e algumas construções foram parcialmente destruídas, como a Tulha. Hoje, o casarão abriga a Fundação Pró-Memória de Indaiatuba, um interessante museu que visa resgatar a história da cidade. Destaque para os jardins do casarão que preservam árvores centenárias.

Endereço: R. Pedro Gonçalves, 477 – Centro.

Mosteiro de Itaici

O grandioso complexo religioso de Itaici é formado por uma igreja, oito capelas, jardins, biblioteca, refeitório, frigorífico, área para eventos e inúmeros quartos que acomodam até 500 pessoas. O local ficou conhecido nacionalmente por ter recebido até 2009 as assembleias da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil; hoje funciona como um centro de espiritualidade conhecido como Vila Kostka onde há cursos, encontros e retiros.

Endereço: Rodovia José Boldrini, 170 – Bairro Itaici.

Fonte da imagem: https://www.indaiatuba.sp.gov.br/

Praça Prudente de Moraes

A famosa Praça do Coreto, como é conhecida, é uma das mais movimentadas de Indaiatuba e palco de grandes festividades como o Carnaval e o São João.

Praça Rui Barbosa

A mais bonita praia da cidade é bem arborizada e tem em seu centro um lago com vários peixinhos e tartarugas que fazem a diversão da criançada. A praça também é onde são montadas as mais de 50 barracas da Feira das Artes, uma das mais tradicionais da cidade e onde são vendidos os mais diversos produtos.

Parque Ecológico

O Parque Ecológico de Indaiatuba é a maior e mais visitada área verde da cidade, ideal para quem quer fazer caminhada, se exercitar, descansar e admirar a natureza. Circulando o Córrego Barnabé, a primeira etapa de sua extensão foi inaugurada em 1992 a partir de um projeto feito pelo famoso arquiteto e urbanista Ruy Ohtake.

Endereço: Avenida Engº Fábio Roberto Barnabé.

Fonte da imagem: wikipedia

Igreja de São Benedito

Segunda mais antiga igreja de Indaiatuba, essa bela construção foi erguida no lugar da Capela de Santa Cruz, que foi demolida por volta de 1932, no paroquiato do Padre Luiz Soriano.

Endereço: Rua Padre Bento Pacheco, 1343 – Centro.

Museu Ferroviário

Esse curioso museu foi inaugurado em 2004 com o nome de Espaço Cultural Estação Indaiatuba na antiga Estação Ferroviária de Indaiatuba da Companhia Ytuana de Estradas de Ferro. O museu está instalado em um prédio construído em 1911 pela Companhia Sorocabana. Já a primeira estação ferroviária de Indaiatuba se localiza ao lado e foi construída pela Ytuana em 1873.

Seu acervo é formado por fotos, documentos e inúmeras peças e materiais que fizeram parte das locomotivas que ali passaram. No dia da minha visita, um simpático senhor cuidava do lugar e me apresentou todo o acervo com grande entusiasmo. Na parte externa, o destaque vai para a locomotiva C.Y.E.F. nº 1 Regina, depois renumerada para 10, que está estacionada no pátio e funcionou por mais de 100 anos.

Endereço: Praça Newton Prado, s/n – Jardim Pompeia.

  • Bônus: Turismo rural

Indaiatuba passou a integrar nos últimos anos o popular circuito das frutas paulista, se destacando nacionalmente pela produção de frutas e hortaliças, fazendo com o que muitos sítios e fazendas entrassem no ramo de turismo rural, atraindo visitantes dos mais diversos perfis. Um dos mais famosos é o Sítio São José, localizado próximo a divisa com Campinas, que oferece ampla área de lazer para crianças, adega, restaurante e passeios de cavalo.

Além das frutas, eventos voltados para as comunidades de imigrantes também são populares: Festa das Nações Unidas (com as colônias Suíça, Italiana, Japonesa, Alemã, Brasileira, Nordestina e Afro), Festa da Tradição (Colônia Helvetia – Suíça) e a Festa do Peão, FAICI – Festa Agropecuária, Industrial e Comercial de Indaiatuba são alguns exemplos.

Outro destaque na cidade é o bairro rural de Helvetia, fundado em 14 de abril de 1888 por imigrantes suíços das famílias Ambiel, Amstalden, Bannwart e Wolf.

Aproveitando o dia no Sítio São José, um dos mais famosos do circuito rural de Indaiatuba
  • Como chegar:

Indaiatuba faz parte da Região Metropolitana de Campinas e está localizada a 105 km de São Paulo. Vindo da Capital, basta seguir pela Rodovia dos Bandeirantes sentido interior e na altura de Campinas, acessar a Rodovia Engenheiro Ermênio de Oliveira Penteado (SP-075).

Para quem vem de Campinas de carro, o acesso é feito pela Rodovia Santos Dumont, uma extensão da Rodovia Engenheiro Ermênio de Oliveira Penteado, em um trajeto de cerca de 25 minutos. Já de ônibus, o trajeto leva cerca de 50 minutos e é bem tranquilo. Basta pegar um ônibus no Terminal Metropolitano de Campinas (terminal anexado a Rodoviária) e descer no ponto final, que é a Rodoviária de Indaiatuba (recém inaugurada, tem excelente infraestrutura). Por ficar um pouco distante do centro, você pode pegar um Uber ou um ônibus do transporte municipal (há pontos em frente ao terminal).

O Aeroporto Internacional de Viracopos, apesar de se localizar em Campinas, fica a apenas 10 km de Indaiatuba.

  • Se localize:

 

Saiba tudo sobre o passeio de Maria Fumaça entre Campinas e Jaguariúna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *