Turismo religioso e arquitetônico: as igrejas do Centro Histórico de Itu

Itu, no interior de São Paulo, é carinhosamente chamada de “Roma Brasileira” justamente por seu longo vinculo com a Igreja Católica. São inúmeros conventos, escolas religiosas, irmandades e mais de 50 igrejas católicas espalhadas pelas áreas urbanas e rurais do município que evidenciam a rica herança histórica, artística, cultural e religiosa deixada pelo catolicismo. E seis das mais antigas e famosas igrejas estão localizadas próximas uma das outras no centro histórico, sendo facilmente acessadas a pé, no qual conto abaixo um pouquinho mais delas para vocês.

Panorama do Centro Histórico de Itu
  • Igreja do Patrocínio

Para mim, a fachada dessa igreja é a mais bonita de Itu. Sua construção começou por volta de 1815 pelo padre Jesuíno do Monte Carmelo, tendo sido oficialmente inaugurada em 13 de novembro de 1820. Este quando veio a falecer em 1819, foi sepultado na Igreja do Carmo, mas seus restos mortais foram trazidos para a Igreja do Patrocínio, onde estão até hoje. Já seu altar-mor e púlpito, incluindo a imagem de Nossa Senhora do Patrocínio, foram esculpidos em madeira por Eliseu do Monte Carmelo.

Anexo a igreja está o Colégio Nossa Senhora do Patrocínio, a primeira instituição educacional católica voltada só para mulheres na então Província de São Paulo, inaugurada em 1859. O colégio era mantido pelas irmãs de São José, que vieram direto da cidade de Chambery, na França, e cuja primeira superiora foi a Madre Maria Theodora Voiron, enterrada dentro da igreja do Patrocínio e cujo processo de canonização está em andamento. Hoje o colégio faz parte da CEUNSP, mais antigo centro universitário de Itu.

Não deixe de visitar a bela praça em frente a igreja, que tem um fotogênico corredor de palmeiras.

Endereço: Praça Regente Feijó, 172 – Centro.

  • Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária

Considerada a mais importante igreja barroca do estado de São Paulo, a Matriz de Nossa Senhora da Candelária foi inaugurada em 1780 substituindo uma antiga capela erguida pelo Padre João Leite Ferraz. Já sua fachada só foi finalizada em 1831 quando recebeu a torre central e os sinos. Anos depois a fachada passou por novas restruturações a partir de um projeto do famoso arquiteto Ramos de Azevedo.

Em seu rico interior é possível encontrar pinturas de José Patrício da Silva Manso, Frei Jesuíno do Monte Carmelo e de Almeida Júnior. É tombada como patrimônio cultural a nível municipal e a nível estadual, pelo CONDEPHAAT, desde 1987.

Endereço: Praça Padre Miguel – Centro.
Visitação: Segunda a sexta, das 7h às 13h e das 14h às 18h. Sábados e domingos, das 7h às 12h e das 14h às 20h.

  • Igreja de Santa Rita

Erguida por volta de 1728, a pequena igrejinha de Santa Rita muitas vezes passa despercebida da maioria dos visitantes que circulam pelo centro de Itu. O que é uma pena, pois sua simplicidade e história são cativantes. Em maio é realizada a famosa procissão de Santa Rita de Cássia, que atrai milhares de fiéis para as ruas de Itu.

Endereço: Rua Santa Rita – Centro.
Visitação: de segunda a sexta, das 7h às 11h e das 13h às 16h. Sábados das 8h às 12h.

  • Igreja e Convento do Carmo

Anexada ao Convento do Carmo, a Igreja de de Nossa Senhora do Carmo foi construída entre 1776 e 1782. Em 1839 ganhou uma capela para receber os jazigos da Ordem Terceira do Carmo. O teto da capela-mor e o altar-mor foram pintado por Padre Jesuíno do Monte Carmelo e causou grande polêmica na época por representar um anjo de cor mulata.

É desde 1967 parte do Patrimônio Histórico Artístico Nacional e desde 1971 faz parte da lista de Patrimônios Estaduais.

Endereço: Praça da Independência, 185 – Centro.

  • Igreja do Bom Jesus

A Igreja do Senhor Bom Jesus é a mais bela de todas as igrejas de Itu, na minha opinião. Foi inaugurada em 1765 a partir de um projeto do Padre Manoel da Costa Aranha, substituindo uma antiga capela dedicada a Nossa Senhora Candelária construída em 1610 e que serviu por muitos anos como Matriz de Itu.

De arquitetura barroca, a igreja passou por uma grande reforma em 1896, a partir de um projeto do arquiteto Louis Marins Amirat, no qual a sua fachada ganhou características neoclássicas – no alto pode ler em latin: Cristo vence, Cristo reina, Cristo impera. Inclusive, sua nova fachada foi inspirada na Basílica de São João de Latrão (San Giovanni in Laterano) em Roma.

Em 1904 a igreja ganhou uma riquíssima capela anexa (lado direito) para sediar um dos núcleos do movimento francês “Apostolado da Oração”. Essa capela é chamada de Santuário Nacional do Coração de Jesus.

Endereço: Praça Padre Anchieta – Centro.
Visitação: de terça a domingo, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Capela anexa
  • Igreja de São Benedito

A Irmandade de São Benedito em Itu foi fundada em 1693 em uma antiga igreja destruída por um incêncio em 1907. Porém, a atual igreja dedicada ao santo data de 1910, fazendo dela a mais nova igreja do centro histórico.

Seu interior é bem simples, mas chama a atenção pela beleza e também pela bela capela em anexo. Em 1973 a igreja recebeu um relicário com um fragmento do osso de São Benedito.

Endereço: Rua: Santa Cruz, 600 – Centro.
Visitação: De terça a sexta das 13h às 17h, sábados das 8h às 12h e domingos das 9h30 as 10h30.

Capela anexa

Se localize:

 

 

Desbravando a Gruta da Glória na Estrada Parque de Itu.

20 impressionantes igrejas para você conhecer em Veneza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *