Roteiro de atrações para um bate e volta em Guararema-SP

Se você pensa que é impossível encontrar lugares tranquilos na Grande São Paulo, você está enganado. Existem muitos recantos, alguns ainda pouco conhecidos pelos turistas e pelos próprios moradores, que são ideais para você fugir da correria do dia a dia. A pequena Guararema é um bom exemplo, sendo o lugar perfeito para quem procura tranquilidade e belezas naturais e culturais por preços acessíveis.

  • Informações práticas:

Nome: Guararema
Estado: São Paulo
Fundação: 1898
População: 29 mil (2019) – 209° estado |1226° país
Gentílico: guararemense
IDH: 0.731 – 381° do estado entre 645 municípios
Distância até a capital: 81 km.

As tranquilas ruas do centro de Guararema
As tranquilas ruas do centro de Guararema
  • História:

As terras hoje chamadas de Guararema começaram a se desenvolver no século XVI, quando a Aldeia da Escada foi fundada por Gaspas Vaz as margens do Rio Paraíba do Sul. Essa pequena aldeia foi crescendo e virou arraial, freguesia e vila, já com o nome de Guararema, palavra que em tupi-guarani significa PauD’Alho, árvore encontrada em grande quantidade na região. Já em 1876 foi inaugurada a Estrada de Ferro Central do Brasil, entre as cidades de Mogi das Cruzes e Jacareí, cujo trecho passava pela vila e trouxe grande crescimento. Já em 03 de junho de 1898, é elevada a categoria de cidade. Desde então, Guararema se tornou destaque na Região Metropolitana de São Paulo por ter alguns dos melhores índices de educação, segurança pública e preservação do meio ambiente do estado.

Um pouco da história da cidade é vista na arquitetura da Vila Luís Carlos
  • Atrações:

  • Parque Municipal da Ilha Grande

Como o próprio nome diz, esse arborizado parque é formado por uma ilha no Rio Paraíba do Sul e seu acesso é feito por uma grande ponte que oferece belas imagens do rio e da natureza ao redor. Há também cerca de 400 metros de trilhas em meio a mata, playground, área para exercícios e um Núcleo de Educação Ambiental.

O parque funciona diariamente das 7h às 19h.

  • Igreja Nossa Senhora da Escada

A mais antiga igreja de Guararema foi primeiramente construída em 1652 pelos jesuítas e reconstruída em 1732 pela Ordem dos Franciscanos. De arquitetura barroca e paredes de taipa de pilão, típica construção de barro da época, a Igreja da Escada é um dos maiores símbolos históricos da região e está extremamente ligada a fundação de Guararema. Sua importância é tão grande que desde 1941 é tombada pelo IPHAN como patrimônio histórico nacional. Esta é também a única igreja do Brasil que possui uma imagem de São Longuinho, o famoso santo dos objetos perdidos.

Fonte: Wikipedia
  • Maria Fumaça

Talvez a mais famosa atração da cidade, o passeio de Maria Fumaça “Trem de Guararema” foi inaugurada em 16 de outubro de 2015 pela ABPF (Associação Brasileira de Preservação ferroviária) e rapidamente se tornou um dos passeios mais interessantes e requisitados da região. É composta de três carros de madeira fabricados na Inglaterra e uma locomotiva a vapor fabricada nos Estados Unidos em 1927 e batizada de 353. Os visitante podem viajar em dois tipos de carro:

Classe Turística: realizado nos carros fechados de madeira.
Caboose: onde os viajantes podem viajar nas varandas.

O passeio tem duração total de duas horas, que inclui todo o trajeto saindo da estação central em Guararema à Vila Luís Carlos, nossa próxima atração.

O valor do passeio é de R$60,00 por pessoa na classe turística e de R$80,00 no Caboose.

  • Vila Luís Carlos

O ponto final do passeio de Maria Fumaça é nessa colorida vila localizada há cerca de 10 minutos do centro de Guararema. Fundada há cerca de 100 anos, as mais de 20 construções históricas que rodeiam a estação ferroviária são hoje restaurantes, bares, lojas e centros culturais que fazem a festa dos turistas. Há também um importante polo cinematográfico e uma base ecológica na região.

Eu fiz um post completo sobre a história da vila e suas principais atrações aqui.

  • Mirante do Gerbásio

Guararema é cercada por morros que há muito tempo são frequentados por visitantes em busca de belas paisagens. E eis que em 2018 a cidade ganhou um “mirante oficial”, o popular Mirante do Gerbásio.

Fonte: Wikipedia
  • Recanto do Américo

Quando Guararema completou 100 anos em 1999, os moradores ganharam um dos espaços mais relaxantes da cidade, o Recanto do Américo, uma grande praça às margens do Rio Paraíba do Sul, com mirantes, lanchonetes e outros espaços de lazer.  O lugar também é conhecido como Pau D’Alho, uma homenagem as grandiosas árvores dessa espécie aqui existentes.

Fonte: Wikipedia
  • Igreja Matriz de São Benedito

No mesmo lugar onde hoje se ergue Matriz de São Benedito existiu uma pequena capela construída em 1875 nas terras pertencentes a ex-escrava Maria Florência. Demolida em 1954, a nova Matriz foi inaugurada em 1956.

  • Patio Zé da Bala e Travessia Dona Victória

Um dos espaços de convivência mais legais de Guararema, o Patio Zé Bala presta homenagem ao farmacêutico José Ferreira de Andrade, que ficou assim conhecido por sempre ter os bolsos recheados de balas para distribuir às crianças. Já a Travessia Dona Victória presta homenagem a sua esposa. A travessa liga o patio ao Parque de Lazer Dona Deoclésia sobre o Ribeirão Guararema.

  • Como chegar em Guararema?

Carro: Guararema fica a cerca de 80 Km de São Paulo, sendo acessada tanto pela Rodovia Presidente Dutra como pela Rodovia Ayrton Senna (ambas as rodovias tem praticamente a mesma distância e há pedágio em ambas).

Para quem vem do interior ou de outros estados, essas duas rodoviais também são as melhores opções.

Ônibus: Saindo de São Paulo capital, o melhor é pegar a Linha Coral da CPTM até a o Terminal Estudante e de lá acessar o Terminal Rodoviário de Mogi das Cruzes, onde parte a linha 208 da EMTU, com destino ao Terminal Rodoviário de Guararema (ele fica bem pertinho do centro).

Há também uma linha de ônibus rodoviária que sai do Terminal do Tietê, mas o preço da passagem é mais elevado.

  • Se localize:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *