A surreal Vila de Blagaj na Bósnia e Herzegovina

Imagine um monastério de quase 500 anos construído às margens de um rio que nasce sobre uma fenda na montanha. Imaginou? Pois é, esse lugar existe e fica na Bósnia e Herzegovina. Estou falando de Vrelo Bune, conjunto natural e arquitetônico localizado na pequena vila de Blagaj, um dos destinos turísticos mais bonitos do país.

  • A vila

A vila de Blagaj tem pouco mais de 2 mil habitantes e provavelmente recebeu esse nome por  seus padrões climáticos, já que “blaga” significa “ameno” em bósnio – nada mais justo, já que a vila é cortada por um rio e cercada por montanhas.

O primeiro assentamento de Blagaj estava localizado no alto de uma colina, onde a estrada desce do antigo forte e cruza com a estrada de Nevesinje. Havia muito pouco comércio para um centro comercial emergir e, em um ambiente agrícola desse tipo, as circunstâncias não deram origem a um assentamento urbano. A urbanização da área (na forma que conhecemos hoje) surgiu apenas na segunda metade do século XV, e sua estrutura foi modelada durante o século XVI.

Durante o Império Otomano, a vila foi a sede do Blagaj Vilayet e foi dividido em vários bairros. O local tinha sete mesquitas, duas pousadas, quatro musafirhana (casas de hóspedes), uma madrasa (escola básica), dois maktab (escola primária), sete fábricas e quatro pontes de pedra sobre o rio Buna. Os bósnios eram maioria até 1835, mas durante o período austro-húngaro, os cristãos constituíam o dobro. Uma igreja ortodoxa foi construída em 1893 e uma igreja católica romana em 1908, mostrando assim, a diversidade cultural e religiosa do local.

  • Rio Buna

Praticamente toda a vila gira em torno do Buna, um dos principais afluentes do histórico rio Neretva. De águas azul-turquesa e extremamente frias, a nascente do rio Buna é uma grande fenda na montanha e é uma das mais fortes da Europa.

Algumas agências de turismo fazem passeios de barco por ele, assim como entram pela caverna na montanha.

  • Forte de Blagaj

O antigo Forte de Blagaj, também conhecido como Cidade Velha, foi construído em uma colina cárstica alta e de difícil acesso, a uma altitude de 310 metros acima do nível do mar e 266 metros acima da nascente do rio Buna.

Investigações na segunda metade do século XX revelaram que a área da Cidade Velha de Blagaj era habitada continuamente desde a Idade do Ferro até 1835. Já o forte foi construído pelos bizantinos, durante o reinado do imperador Justiniano I, entre 535 e 600 dC, o que pode ser visto pela técnica de pedra obliqua em fileiras de 20 a 25 cm.

A área central é ocupada por um edifício de cisterna, uma mesquita e um edifício residencial que data do período otomano.

  • Monastério

Localizado no sopé da colina, a mais famosa atração de Blagaj parece brotar das pedras, tamanha perfeição da construção. O Blagaj Tekija, como é chamado, foi construído para os cultos dervixes por volta de 1520, com elementos da arquitetura otomana e estilo mediterrâneo. É considerado um dos locais mais sagrados e antigos da Bósnia e Herzegovina, originalmente destinado a sediar reuniões da Irmandade Sufi.

Os dervixes são uma ordem dos muçulmanos sufis que fazem votos de pobreza e rejeitam bens materiais – eles são muito conhecidos por seu estilo hipnótico de dança. Eu gosto de pensar que eles compensaram seu estilo de vida humilde com a riqueza de paisagens ao seu redor (pelo menos aqui).

Milagrosamente, apesar de tantas mortes e destruições ao redor, o monastério permaneceu intocado durante a violenta Guerra da Bósnia.

Para os visitantes, é possível visitar o interior da construção. Antes de entrar, será necessário tirar os sapatos e vestir-se modestamente, pois, afinal, é um edifício religioso. Lá dentro, você pode admirar a arquitetura otomana tradicional e os tapetes que cobrem o chão. Das varandas, contempla-se o pátio e o rio nas proximidades.

A entrada custa cerca de 4 km. Do lado de fora do monastério há uma pequena feira de artesanatos e vendedores ambulantes que vendem produtos diversos.

Feira de artesanatos (ainda fechada)

  • Onde fica e como chegar

A vila de Blagaj fica a apenas 12 km da cidade de Mostar.  Já a área turística de Vrelo Bune (conjunto formado pelo rio e o monastério) fica bem no coração da vila e seu acesso é fácil, através de uma estrada asfaltada.

Para quem tem carro, a viagem de um dia a Blagaj é bem simples – apenas siga as indicações do GPS.

De transporte público, pegue o ônibus nº 11 da Španski Trg em Mostar e ele te deixará a apenas 2,1 km da vila. A viagem de ônibus leva cerca de 30 minutos.

Eu fiquei apenas 3 dias na Bósnia e para poupar tempo, contratei um tour em Mostar com a agência de turismo Explore Mostar – o day tour de 7 horas custou 35 euros. E uma das paradas do passeio foi justamente em Blagaj. Apesar de ser um pouco corrido, o tour com agências de turismo podem ser uma boa opção para conhecer a região.

Há também alguns restaurantes ao lado do mosteiro, porém, como eles ficam às margens do rio, quando o volume das águas está alto, eles ficam submersos.

  • Se localize:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *