Viagem pela Toscana: roteiro de um dia em Lucca

Não é preciso dizer que Lucca, a cidade das 100 igrejas, é um dos lugares mais encantadores da Toscana, com suas ruas medievais, catedrais góticas e grandiosas muralhas que fazem dela uma das cidades amuralhadas mais bem preservadas da Itália.

Localizada entre Florença e Pisa, a cidade de Lucca ainda é pouco conhecida pelos viajantes brasileiros, mas é repleta de história e atrações interessantes.

Típica rua do Centro Antigo de Lucca
Típica rua do Centro Antigo de Lucca
Jardins localizados nas muralhas de Lucca

História:

Fundada pelos etruscos, Lucca passou a ser uma colônia romana por volta de 180 aC, servindo como um importante ponto de encontro para Júlio César e Crasso. Depois a cidade foi uma república independente por quase 500 anos, como parte da Itália feudal. Durante o século XIX, Lucca foi conquistada por Napoleão e, finalmente, tornou-se parte da Itália Unificada em 1860.

Lucca é a terra natal dos compositores Giacomo Puccini, Nicolao Dorati, Francesco Geminiani, Gioseffo Guami, Luigi Boccherini e Alfredo Catalani e do artista Benedetto Brandimarte. Desde 2004, Lucca é o lar da IMT Lucca, uma instituição pública de pesquisa e uma escola de pós-graduação seletiva e parte das Escolas Superiores de Pós-Graduação na Itália.

As ruas antigas de Lucca respiram história
Típica rua do Centro Antigo de Lucca

A minha visita:

Lucca pode ser facilmente visitada em apenas um dia, tempo suficiente para provar sua essência e vislumbrar seus tesouros artísticos. E foi exatamente o que eu fiz. Como estava em Pisa, fiz questão de colocar um bate e volta no meu roteiro, considerando a proximidade entre as duas cidade: de carro, o trajeto dura menos de 30 minutos.

No meu caso, optei por ir de trem, uma opção rápida, barata e confortável. Comprei a passagem na Estação Central de Pisa por cerca de 5 euros e  aproximadamente 40 minutos depois já estava em Lucca – opte por descer na Estação Central de Lucca, pois é a mais próxima da Cidade Amuralhada.

Estação Central de Lucca
Estação de Lucca
Interior do trem

Atrações

As principais atrações de Lucca estão dentro da Cidade Amuralhada (ou Cidade Velha), por isso opte em fazer seu passeio a pé ou de bicicleta.

  • Muralhas:

Uma ótima maneira de começar a explorar Lucca é começar um passeio pelas mundialmente conhecidas antigas muralhas da cidade. E por que elas são famosos? Porque são os únicos em toda a Itália a serem completamente acessíveis a pé, de bicicleta ou de carro (mesmo que os carros de passeio sejam proibidos agora). Isso significa mais de 4 quilômetros de passarela panorâmica com jardins, monumentos e vários mirantes com vista para a cidade de Lucca – dentro e fora. Há também a possibilidade de visitar o interior das muralhas: alguns trechos são abertos para a população e funcionam como galerias de arte.

Parte superior das muralhas
Parte externa
Interior

  • Portões

Para acessar a cidade velha através das muralhas é necessário passar por alguns dos grandiosos portões.

Porta San Pietro

  • Duomo

O Duomo ou Catedral di San Martino começou a ser construída em 1063 e é lar de algumas famosas obras de arte, como a Tumba de Ilaria del Carretto, de Jacopo della Quercia, pinturas de de Fra Bartolomeo, Federico Zuccari, Jacopo Tintoretto e o Volto Santo (um crucifixo de madeira do Santo Rosto, antigo símbolo da cidade e que a lenda diz ter sido esculpido por Nicodemos e milagrosamente transferido para Lucca em 782).

  • Piazza Cittadella

A Praça da Cidadela fica localizada em frente à casa onde o famoso compositor local Giacomo Puccini nasceu em 1858, na esquina da Via di Poggio e da via S. Paolino (em frente à Igreja de San Michele).

Igreja de S. Michele
  • Teatro del Giglio

O grandioso teatro de ópera de Lucca foi construído em 1675 e reconstruído em estilo neoclássico em 1818 por Giovanni Lazzarini. O nome giglio ou lírio deriva do emblema da flor de lis, que fazia parte do escudo da família Bourbon da reinante duquesa Maria Luisa da Casa de Bourbon.

Uma estátua de Garibaldi fica na praça em frente ao teatro.

  • Igreja de San Michele in Foro

A mais bela igreja de Lucca foi construída sobre o antigo fórum romano por volta do ano 795 e reconstruída após 1970 a pedido do Papa Alexandre II.

  • Igreja e Mosteiro de São Francisco

Uma das maiores construções religiosas de Lucca, o Mosteiro de São Francisco foi construído no século XIV. Atualmente, além de ser um museu, abriga a Escola IMT de Estudos Avançados Lucca, uma escola seletiva de graduação e doutorado.

  • Praça do Anfiteatro

A praça mais famosa da cidade foi construída sobre o antigo Anfiteatro Romano de Lucca e mantém sua forma oval até os dias de hoje, já que os edifícios construídos ao redor do Anfiteatro permanecem até hoje.

Muitos restaurantes e lojas locais dão para a praça, onde, especialmente durante o verão, ocorrem eventos e concertos.

Um dos acessos a praça
  • Igreja San Giusto

Construída sobre uma igreja pré-existente, data do século XII. A fachada apresenta uma decoração mista, com listras brancas e pretas na parte superior, formando duas pequenas galerias sobrepostas no topo.

  • Basílica di San Frediano

Fridianus (Frediano) foi um bispo irlandês de Lucca na primeira metade do século VI. Ele tinha uma igreja construída neste local, dedicada a São Vicente, um mártir de Saragoça. Quando Fridianus foi enterrado nesta igreja, ela foi renomeada para San Frediano e Vincenzo.

Construída entre 1112-1147, nos séculos XIII e XIV a impressionante fachada foi decorada com um enorme mosaico dourado do século XIII representando “A Ascensão de Cristo Salvador”.

  • Torre Guinigi

A exótica torre de arquitetura românica-gótica tem 45 metros e uma escadaria de 232 degraus leva ao topo. A torre foi construída por volta de 1300, quando várias famílias ricas construíam torres de sino dentro dos muros de Lucca como símbolos de status. É uma das poucas torres restantes dentro das muralhas. É conhecida pelas árvores altas que crescem no topo – a cozinha era originalmente no andar de baixo, com o telhado servindo como horta.

Como estava fechada no dia da minha visita, infelizmente não consegui subir na torre.

Fonte: Wikipedia
  • Piazza Napoleone e Palazzo Ducale

A grandiosa praça é cercada por belos edifícios, como o Palazzo Ducale di Lucca, sede da Prefeitura Municipal. O grande complexo, que ocupava cerca de um quinto da cidade, foi destruído pela população em 1370. Depois foi restaurado e usado como residência por Paolo Guinigi em 1401; após sua queda em 1429, este foi novamente destruído e mais tarde se tornou o Palazzo Pubblico (Palácio Público).

  • Igreja di San Salvatore

Bonita igreja reconstruída no século XII, fica em frente a famosa Fontana della Naiade.

  • Se localize:

 

Eai, gostou de Lucca? Não deixe de conhecer também a bela cidade de Pisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *