História e arte no Cemitério Geral de Santiago

Criado há 196 anos, o Cemitério Geral de Santiago é um local cheio de histórias e onde repousam personalidades importantes da história do Chile : quase todos os diretores e presidentes da República estão neste cemitério, Andrés Bello, Victor Jara e a cantora e compositora Violeta Parra, para citar alguns.

Além disso, para os apreciadores de arte tumular, este cemitério não deixa a desejar em nada: sua riqueza arquitetônica se destaca em mausoléus de estilos egípcio, grego, mesoamericano, gótico, mourisco etc.

  • História:

A história do mais importante cemitério de Santiago é longa, sendo fundado em 1821 pelo chamado “libertador do Chile”, Bernardo O’Higgins, que foi enterrado aqui até ser transferido em 1979 para o Panteão da Praça da Cidadania.

Desde então, o cemitério foi crescendo e se tornando o lugar preferido das ricas e importantes famílias chilenas para aqui repousarem seus restos mortais. Atualmente, mais de 200 mil sepulturas estão espalhadas pelo complexo do Cemitério Geral, onde fazem parte também o Cemitério Parque Las Encinas e, nos arredores, o Cemitério Católico e o Cemitério Israelita de Santiago.

  • A visita:

O Cemitério Geral é dividido em dois grandes setores: a área histórica e a parte nova. A maioria dos mausoléus com valor arquitetônico e personagens de destaque estão na área histórica, que fica voltada para o grande pórtico da entrada principal.

Interior do pórtico da entrada principal
Interior do pórtico da entrada principal
Cúpula do pórtico de entrada
Colunata localizada na entrada principal
Parte nova do cemitério: aspecto de abandono

Antes de iniciar seu passeio, vá aos escritórios administrativos na entrada e peça um mapa do cemitério. Com este guia, você encontrará rapidamente os túmulos dos governantes do Chile e outras figuras proeminentes. Aproveite que você está no escritório e pegue uma declaração de direitos autorais para que você possa fotografar os túmulos a vontade.

Com a declaração e o mapa em mãos, comece seu passeio andando pelas arborizadas alamedas, onde a calma do lugar acaba atraindo muitos jovens estudantes (a Faculdade de Medicina da Universidade do Chile é muito próxima).

Entre os túmulos mais famosos estão:

Salvador Allende (1908–1973), Presidente do Chile
Arturo Alessandri (1868–1950), Presidente do Chile
Jorge Alessandri (1896–1986), Presidente do Chile
Eduardo Alquinta (1945–2003), Músico, líder da banda chilena Los Jaivas
Patricio Aylwin (1918-2016), Presidente do Chile
Jaime Guzmán (1946–1991), senador
Erich Honecker (1912-1994), Secretário Geral do Partido da Unidade Socialista da Alemanha
Víctor Jara (1932–1973), poeta, cantor de folk
Orlando Letelier (1932–1976), estadista
Eduardo Frei Montalva (1911–1982), Presidente do Chile
Violeta Parra (1917-1967), cantora
Pedro Montt (1849 – 1910), Presidente do Chile
Miguel Enríquez Espinosa (1944–1974), Secretário Geral do Movimento Revolucionário da Esquerda
Max Westenhofer (1871–1957), cientista alemão e professor de patologia na Universidade de Berlim e na Universidade do Chile

Violeta Parra
Tumba de Salvador Allende e a família Allende Bussi
Pedro Montt
Um dos maiores túmulos do cemitério

Uma maneira bacana de conhecer mais profundamente a história do cemitério e suas lendas urbanas é através das visitas guiadas que acontecem todas as terças, quartas e quintas-feiras, às 10h e 15h.  Algumas noites por mês são realizados também passeios noturnos pelo cemitério, focado principalmente nas famosas lendas urbanas do local (para esse passeio é necessário consultar a programação do mês).

  • Como chegar:

Como adoro bater perna, caminhei cerca de uma hora da região da Bellavista até o Cemitério (uma boa maneira de conhecer uma região menos turística da capital chilena). Chegando na movimentada Avenida La Paz, reconhecida por suas palmeiras centenárias, é só seguir reto até a entrada principal do cemitério.

Outra opção é entrar pela entrada da Avenida Recoleta através da estação de metrô Cementerios, a mais próxima da nossa atração.

Endereço:  Avenida Prof. Alberto Zañartu, n° 951, Recoleta – Santiago. 

  • Horário de visitas

Segunda a domingo, das 8h30 às 17h30.

Veja um roteiro de 5 dias em Santiago clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *