Campanário de São Marcos e a melhor vista de Veneza

Se você está visitando Veneza, definitivamente você terá que visitar o Palácio Ducal e o Grande Canal. Mas que tal subir uma torre de quase 100 metros de altura? Estou falando da torre sineira da Basílica de São Marcos, também conhecida como Campanário de São Marcos (Campanile de San Marcos).

Localizada em uma das laterais da praça de mesmo nome e dominando o horizonte veneziano há séculos, o Campanário, que é a estrutura mais alta da cidade, oferece as mais espetaculares vistas da “Sereníssima”.

Conheça outras atrações da Praça de São Marcos aqui.

Panorama de Veneza vista do alto do Campanário
  • História do campanário de São Marcos

O magnífico Campanário da Basílica de São Marcos foi construído no canto da arcada da Procuratie Nuove, ligando a Piazza e a Piazzetta. Foi iniciada no século X e concluída no século XII, mas seu teto pontiagudo e pináculo dourado não foram adicionados até o século XV. Em 14 de julho de 1902, a torre desabou sobre praça em uma pilha de escombros, mas sem causar vítimas. Em 1912, ela foi cuidadosamente reconstruída à sua altura original de 98,6 metros, assim como a Loggetta, uma pequena galeria de mármore construída na base da torre por Sansovino, entre 1537 e 1540, para os membros do Grande Conselho se reunirem antes de participar das sessões.

Na Idade Média, o campanário também era usado como pelourinho: os transgressores – incluindo adúlteros e padres renegados – eram confinados em uma gaiola e içados a meio caminho da torre. Essa punição podia durar várias semanas.

Restaurada muitas vezes devido a incêndios causados ​​por raios, a torre desmorou por completo em 1902. Reconstruída exatamente como era, em 1912 o Campanário foi finalmente reinaugurado no dia de São Marcos. Apesar de guardar os sinos da basílica, dizem que a estrutura também foi usada como torre de vigia.

  • A arquitetura da torre

A torre do Campanário tem 98,6 m de altura e é formada por uma coluna de tijolos de 12 m de lado e 50 m de altura – é tão alto que foi usado pela aproximação de navios como um farol para guiá-los para casa. Sua parte superior, onde estão alojados os 5 sinos, é decorado pelo símbolo de São Marcos, o leão alado, bem como a Giustizia ou Justiça, que representa Veneza. Já o topo da torre tem uma estrutura piramidal que segura um cata-vento dourado na forma do Arcanjo Gabriel, feita por Luigi Zandomeneghi.

  • A visita

Se você planeja subir o Campanário de São Marcos durante a alta temporada, recomendo comprar os ingressos com antecedência, já que as filas são sempre longas. Você pode fazer isso reservando on-line no site oficial por 13,00 €. O serviço de compra de ingressos on-line está disponível de 1 de abril a 2 de novembro. Mas você também pode comprar bilhetes de acesso regulares por € 8,00 diretamente no local, como eu fiz. Minha viagem foi no começo da primavera e apesar da cidade estar cheia de turistas, a fila para comprar os ingressos estava relativamente pequena (fiquei cerca de 15 minutos nela).

Entrada principal do Campanário, também conhecida como Loggetta

Depois de comprar o ingresso na bilheteria, que fica no térreo da torre, você é encaminhado ao elevador que rapidamente te leva até o mirante, que também foi usado em 1609 por Galileu  Galilei para demonstrar seu telescópio ao Doge (você verá uma placa para comemorar este evento quando subir a torre). 

A vista do Campanário de São Marcos é uma das mais impressionantes vistas panorâmicas de Veneza. O espaço é amplo e há binóculos e placas informativas indicando algumas das atrações que podem ser vistas lá de cima: a Praça de São Marcos, a ilha de San Giorgio Maggiore e o Grande Canal.

La Piazzetta e a Ilha de San Giorgio Maggiore
Ilha de San Giorgio Maggiore
Panorama de Veneza
Começo do Grande Canal
Panorama de Veneza
Panorama de Veneza
Panorama de Veneza
  • Os sinos

Estando no alto da torre, não deixe de apreciar os famosos sinos do Campanário de São Marcos: existem cinco e cada um deles tocou por diferentes razões ao longo de sua história. O principal e maior sino é o Marangona, que foi o responsável foi anunciar, ao longo dos séculos, o início e o fim do dia útil. O Trottiera  era usado para anunciar as reuniões do conselho no Palácio dos Doges para seus membros. O Mezza Terza sinalizou as reuniões do Senado e o Nona soava sempre ao meio-dia. Finalmente, o menor sino, o Renghiera, também conhecido como Maleficio, anunciava as execuções.

  • Horários

1 de outubro – 27 de outubro: 9:30 – 18:00 (última admissão 17:45)
28 de outubro a 31 de março: 9h30 – 16h45 (última entrada 16h30)
7 a 20 de janeiro: fechamento para trabalhos de manutenção
1 de abril – 15 de abril: 9:00 – 17:30 (última entrada 16h45)
16 de abril – 30 de setembro: 8:30 – 21:00 (última admissão 20:45)

Verifique os horários de abertura no site oficial devido a alterações nos feriados. Além disso, leve em consideração que o Campanário pode fechar devido às condições climáticas.

  • Se localize

 

Conheça 20 impressionantes igrejas em Veneza para você visitar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *