25° Festa do Morango de Monte Alegre do Sul

Desde 1994, turistas de toda a São Paulo e estados vizinhos vem até a pequena e interiorana Estância Hidromineral de Monte Alegre do Sul afim de prestigiar a Festa do Morango, geralmente realizada em julho ou agosto pela Prefeitura Municipal com o intuito de promover o turismo rural e o encontro entre a gastronomia italiana – já que a cidade tem uma forte tradição italiana, graças ao grande número de descendentes – e os ingredientes e cultura tradicionalmente brasileiros, tendo como destaque o morango.

Curiosamente a escolha do morango como atração principal da festa não se deu pela quantidade produzida na região e sim pelo grande vínculo histórico, já que foi na cidade, a partir de 1940, que o IAC – Instituto Agronômico de Campinas, desenvolveu diversas variedades da fruta. Atualmente, Monte Alegre do Sul é uma das maiores produtoras de mudas de morango do país.

Praça Bom Jesus
Praça Bom Jesus

Estive visitando a festa logo em seu primeiro final de semana, no dia 08 de julho, onde pude notar que além de contar com expositores do morango e produtos feitos a base dele, como tortas, geleias e o tradicional chopp de morango, a festa também conta com apresentações musicais e atividades de turismo rural. Porém, a organização do evento, ao meu ver, merece algumas ressaltas.

Desde 2017, a festa voltou a ser realizada na Praça Bom Jesus, no centro histórico da cidade e local dos primeiros eventos, substituindo o Parque Ecológico, palco das últimas festas. A troca teve como justificativa trazer mais conforto e estrutura para os visitantes, porém me pareceu que a mudança de endereço ainda está em adaptação, porque a estrutura montada na praça não condiz com o número real de visitantes.

Cheguei por volta das 10.30 hrs do domingo e já havia um público bacana na área da festa. As horas foram passando e o publico aumentado até que por volta das 15 hrs já era quase impossível transitar pela área onde foram montadas as barracas, isso sem falar nas enormes filas que se formaram em quase todas elas e que chegavam a horas. Sob sol quente, levei 1 hora para conseguir comprar um espetinho de frango e acredite se quiser, 1 hora e 45 minutos para comprar um sorvete na chapa. Haviam duas praças de alimentação cobertas, porém com poucas mesas e cadeiras, ou seja, foi impossível achar alguma livre. Os restaurantes também estavam com super lotação e a espera por mesa disponível chegava a horas. Já os valores variavam:  tapioca – R$10,00; sorvete na chapa – R$ 10,00; churros: R$7,00; pavê de morango pequeno (não estava bom) – R$6,00; espetinho: R$ 6,00; caixa com quatro dúzias de morangos: R$ 15,00.

Super lotação na festa: acredite se quiser, isso é a fila para o merengue de morango

Pavê de morango: apesar de bonito, não tinha sabor

Os próprios funcionários da festa também eram despreparados, já que pedi duas informações simples a um deles, como chegar no Morro do Cristo e se havia ponto de táxi ou de transporte público ali na região central e o mesmo não soube me responder.

Porém, minha maior frustração foi com o Passeio Turismo Rural, roteiro turístico onde, por R$ 20,00 (cada), o visitante é levado para conhecer cachoeiras e fazendas produtoras de morango na região. Assim que chegamos na festa, eu e meu grupo fomos até a tenda montada ao lado do Santuário para saber mais informações. Não era nem 11 horas e o passeio de jipe já estava indisponível, tendo horário apenas para após as 16 hrs, sendo que a única opção disponível era ir de van. Até aí tudo bem. Porém, segundo a atendente, o passeio é reservado e saía de meia em meia hora. Ok. Colocamos nosso nome na lista e ela nos garantiu que sairíamos as 11.30 com a van. Deu esse horário e nada. Fomos ver o que tinha acontecido e ela disse que o passeio seria as 12 hrs. Depois falou 12.30 hrs e depois uma 13 hrs. Ou seja, ficamos sendo enrolados por eles por praticamente duas horas e nisso acabamos nem almoçando, já que estávamos com medo de perder a hora do passeio. Felizmente não havíamos pago ainda e acabamos desistindo do tour.

Para quem gosta de morango, a festa é uma boa oportunidade de comprar muitos por um bom preço, já que a caixa com quatro dúzias de morangos saí por R$ 15,00.

Mas claro que nem tudo foi ruim. O centro antigo de Monte Alegre do Sul é encantador, com várias construções históricas, ruas estreitas e clima de interior, com destaque para o Santuário do Senhor Bom Jesus. Sem falar na animada programação, que incluiu shows de MPB, apresentação de orquestra sinfônica e um show de dança cigana.

Palco montado na Praça Bom Jesus para apresentações

Durante a Festa do Morango, a Câmara Municipal de Monte Alegre do Sul também receberá a exposição de Esculturas “As Mulheres de Zandoná”, da ceramista Maria Pinheiro Zandoná, de Caraguatatuba/SP e a exposição coletiva “Sete Paulistanos em Monte Alegre do Sul”, dos artistas plásticos Manuela D’Aiuto, Fabio Hanna, Genoveva Junqueira, Neith Salles, Renata Esteves, Helena Lacreta e Carminha Freitas, que conta com trabalhos feitos sobre tela e papel. A Câmara Municipal de Monte Alegre do Sul fica localizada na Praça Coronel João Ferraz, nº 45, Centro.

A 25ª edição da Festa do Morango se realiza das 10h às 22h, nos dias 06 a 09, 13 a 15, e 20 a 22 de julho de 2018 na Praça Bom Jesus – Centro.

  • Como chegar:

Monte Alegre do Sul faz parte do famoso Circuíto das Águas Paulista e fica localizada a apenas 70 km de Campinas e a 130 km de São Paulo. De carro, a maneira mais fácil de se chegar na cidade é pegando a Rodovia João Beira (SP-095) e depois que passar por Amparo, pegar a Rodovia Pedrina Maria da Silva Valente e seguir até o final, passando pelo portal da cidade e a prefeitura até a Avenida Viriato Valente, que fica bem próxima ao local da festa.

Decoração temática: um dos atrativos da festa
Não resisti e tirei uma foto com a Frida <3

Praça de alimentação assim que eu cheguei estava poucas pessoas: realidade bem diferente no período da tarde

Veja o que ver e fazer em Itatiba clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *