É perigoso viajar por Nápoles? Dicas para conhecer a terra da pizza

“Mas Nápoles é segura?” Essa é a pergunta nos lábios de todos, se você mencionar que está pensando em fazer uma viagem à essa cidade do sul da Itália, capital da Campânia e terceira maior do país. Isso porque a cidade carrega há vários anos títulos ruins. Foi apelidada de capital do assassinato da Europa. É considerada a cidade mais perigosa da Itália. A simples menção de Nápoles é sinônimo de máfia e isso significa que todos os residentes de Nápoles são chefes de crimes da Máfia? Pois é, não faz sentido nenhum.

Típica rua da região central: uma verdadeira bagunça, mas uma bagunça gostosa de admirar.
Cortiços na região central
  • O que dizem as estatísticas?

As estatísticas de segurança para viajar para Nápoles falam por si. De acordo com o índice de criminalidade Numbeo, Nápoles ocupa o número 66.

Há uma quantidade significativa de cidades americanas que superam Nápoles em termos de níveis de criminalidade e índices de perigo, mas as pessoas não se assustam ao viajar para os EUA!

Da mesma forma, as próprias autoridades italianas afirmam que o crime é pior em Roma e Milão do que em Nápoles . Interessante, né?

  • No final das contas, vale a pena visitar Nápoles?

O grande problema é que Nápoles, se comparada com outras cidades, não apenas da Itália, mas de toda a Europa, é menos glamourosa e mais caótica, o que pode assustar o turista em um primeiro momento. Nápoles pode não ser tão visualmente empolgante quanto Roma, tão glamourosa quanto Milão ou tão pitoresca quanto Florença, mas a cidade oferece uma experiência verdadeiramente local. Não há nada como passear pelo centro histórico e ouvir apenas o italiano sendo falado. Esse tipo de viagem pode não ser para todos, mas se você deseja entender como vivem os italianos reais, esta é a cidade perfeita para experimentar isso. Além disso, os preços não são tão turísticos, pois são preços locais, o que significa que é um local barato para se visitar. Já o centro da cidade, que é um Patrimônio Mundial da UNESCO que remonta a 470 aC, tem muitas atrações incríveis para visitar e restaurantes super famosos. Ou seja, como muitos italianos dizem: “Roma é o coração da Itália, mas Nápoles é a alma da Itália”.

E ao viajar, é sempre importante ter em mente que, não importa o destino, é preciso ter cautela pelo simples fato de estar em um local desconhecido. Se você não tomar certos cuidados e der bobeira, você pode cair em enrascadas em Nápoles, Paris ou Nova York.

Igreja de São Francisco de Paula
  • Cuidados a serem tomados:

Os arrebatamentos de sacolas são comuns em Nápoles, assim como os furtos. Sabe-se que os criminosos agarram as alças da mochila de alguém enquanto passam em uma vespa, tradicional motocicleta italiana. A solução para evitar isso? Senso comum!

Se você tomar as precauções básicas, ficará bem em Nápoles, como eu. Algumas sugestões de segurança são:

Seja seja um turista: Tente se misturar o máximo possível e não parecer um turista.

Não ostente: Não use jóias caras nem câmeras caras penduradas no pescoço em certas áreas. Não carregue toneladas de dinheiro e tente minimizar a quantidade de objetos de valor que você carrega consigo.

Cuide de seus pertences: Lembre-se de sua mala e seus pertences pessoais em áreas movimentadas e ao pegar os trens da Circumvesuviana. Se estiver andando com uma mochila, use as duas tiras para que não possa ser facilmente arrancada. Se estiver usando uma bolsa, mantenha-a firmemente dobrada sob o ombro.

Se localize: Não ande sozinho à noite, principalmente em áreas como o Museo ou a praça Garibaldi. Tenha cuidado ao caminhar pelas passagens estreitas e becos pouco iluminados. Se você se perder em Nápoles, tente ser discreto, ou seja, não desdobrar mapas gigantes no meio de becos sem graça e olhando freneticamente ao redor.

Caminhe com determinação: Onde quer que você viaje, sempre ande como você sabe para onde está indo – mesmo que não o faça. Se você andar com confiança, é mais provável que as pessoas pensem que você é um local ou que conhece bem a área. Como tal, é menos provável que o incomodem.

Planeje seu itinerário:  se você tem um plano claro de onde deseja ir e o que deseja fazer em Nápoles, isso ajudará bastante. Não apenas o gerenciamento do tempo será melhor, mas se você tiver feito uma pesquisa e tiver uma compreensão aproximada de onde estão os principais pontos turísticos e como ir de A a B, você minimiza as chances de se perder ou encontrar problema.

Via Toledo, principal rua comercial de Nápoles
Galeria Umberto I
Castelo Novo

Se você viaja para Nápoles se sentindo super paranoico e ansioso por algo acontecer com você, isso vai arruinar sua experiência. Você não apenas apreciará o que está acontecendo ao seu redor, porque está sempre na ponta dos pés ou olhando para trás por cima do ombro; se você começar a agir de maneira tímida ou nervosa, você se torna mais um alvo.

Apenas esqueça tudo de negativo que você já ouviu falar sobre Nápoles e concentre-se nas coisas importantes – como onde encontrar a melhor pizza!

  • Se localize:

 

 

Conheça o lugar onde a Pizza Margherita foi inventada clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *