Mirantes, trilhas e muita aventura no Love Valley, o Vale do Amor da Capadócia – Turquia

Não há como negar que a Capadócia é um dos lugares mais mágicos do mundo, repleto de beleza, paisagens únicas e um clima de paz e tranquilidade tão grande e tão difícil de encontrar hoje em dia. E em meio há tantos lugares incríveis, um dos que mais me chamaram a atenção foi o Love Valley – o Vale do Amor.

Essa região da Capadócia é famosa por suas curiosas formações rochosas, popularmente conhecidas como Chaminés de Fadas. Já o Love Valley tem esse nome porque as rochas tem forma fálica – maneira delicada de dizer que as pedras tem formato de pênis, que como você  pode imaginar, são um enorme sucesso entre os turistas. E aqui está tudo o que você precisa saber sobre esse lugar.

  • Como chegar:

Você pode observar todo o vale de cima, através de mirantes naturais, ou caminhar ao redor das rochas em trilhas. Os lugares mais populares para se hospedar na Capadócia são as vilas de Göreme (mais vibrante e com mais infraestrutura) e Uçhisar (mais quieto e descontraído).

De Göreme a Love Valley, leva-se cerca de 10 minutos de carro e Uçhisar cerca de 15 minutos.

Mas existem outras formas de chegar até o Love Valley:

Alugue um motorista – O custo de um motorista por algumas horas não deve custar mais do que 100 liras turcas (cerca de 17 euros) – uma boa opção se você quiser conhecer apenas alguns lugares do vale.

Passeio a cavalo: é uma maneira interessante de conhecer o vale, mas que restringe à certos trechos.

Alugue uma scooter – Você pode alugar motocicletas por 80 a 100 liras turcas por dia. Porém, se você não é um motorista confiante de scooters, é bom tomar cuidado: algumas das estradas são como trilhas de terra, por isso pode ser muito fácil perder o controle.

Alugue um quadriciclo – Se você está procurando a opção mais aventureira, alugar um quadriciclo certamente seria uma ótima opção. Os preços diferem dependendo da loja e de quanto tempo você aluga – algumas lojas permitem que você as alugue sozinhas e outras preferem um guia turístico para acompanhá-lo. Os preços começam em cerca de 35 Euros por 2 horas.

Excursão: excursões organizadas apenas o levarão a alguns dos mirantes acima do vale.

A pé – essa foi minha escolha de locomoção e posso dizer que foi a melhor, pois as trilhas em torno do Love Valley são muito interessantes – isso sem falar que fazer trilha é uma ótima maneira de entrar em contato com a natureza e com o misticismo do lugar.

  • A trilha:

Eu fiz a trilha a partir do centro de Göreme e seu inicio fica na estrada que dá acesso à cidade – há outras trilhas pela região, mas ambas te levaram ao mesmo local. A caminhada do centro da cidade até a trilha é de 10-15 minutos (o início e o final da trilha estão marcados em um mapa lá no final do post).

Início da trilha
Vista a partir do início da trilha

Siga em frente pelo caminho de terra até avistar o Love Valley através de um de seus mirantes – e claro, admire a belíssima vista da região. Lá do alto, é só seguir alguma das trilhas já marcadas até a parte baixa e pronto, você estará bem no meio do vale.

Aqui existem muitos outros pequenos que sobem e descem ao redor das curiosas formações rochosas e levam você para dentro de algumas das cavernas – para os mais aventureiros, é possível escalar alguns dos “pênis de pedra”.

Bem no meio do Love Valley você encontrará um pequeno café – com preços bem caros por sinal.

Observe o pequeno café à direita da foto

A viagem completa pelo Vale do Amor + a volta a Göreme leva cerca de 2,5 a 3 horas a pé. No entanto, você também pode estender a caminhada e continuar pelo Love Valley até Uçhisar. Se você seguir esse caminho, precisará reservar mais algumas horas para a viagem e será necessário passar por outra região cheia de formações rochosas, o Vale Branco (White Valley). Se seu desejo é voltar para Göreme, é só fazer o sentido contrário da trilha.

Para seguir até Uçhisar, fui fazendo a trilha sem rumo, tendo que escolher entre vários caminhos, mas todos eles se mantinham mais ou menos em direção a Uçhisar. Ou seja, tive a impressão que não há um caminho definido, mas caminhar na Capadócia não é incrivelmente popular, portanto a trilha em alguns pontos não é marcada ou definida. Muitas vezes me vi andando por meio de arbustos e descendo pequenas colinas de arenito para continuar avançando.

Vale Branco

Mas você não vai se perder, porque do vale você pode avistar o castelo de Uçhisar no horizonte, nos últimos estágios da caminhada, então siga em direção a ele – a dica é não ficar muito alto, já que por ser muito íngreme, é perigoso não conseguir voltar para o centro do abismo, onde está a trilha.

Vila de Uçhisar vista da parte final da trilha
Vila de Uçhisar vista da parte final da trilha

A parte final da trilha, já no Vale Branco, é linda, com arenitos ondulados em um branco gritante ao meu redor. Eu nunca vi uma paisagem como essa. Não havia ninguém na região, apenas eu a natureza. Foi incrível.

Parte final da trilha no Vale Branco

Para voltar de Uçhisar ao centro da cidade de Göreme, faça mais uma caminhada de 40 minutos pela estrada que liga as duas cidades ou pegue o ônibus local pelo equivalente a US $1.

É importante observar que, quando você coloca ‘Love Valley’ no Google Maps, ele o leva ao ponto de observação (mirante) que fica um pouco acima do Love Valle e não propriamente nas trilhas.

  • Quando ir:

Geralmente não há chuvas na região, mas a Capadócia tem verões muito quentes e secos e invernos frios e com neve.

Durante a primavera, temporada que fui, leve roupas leves, agasalho (venta bastante em certos pontos) chapéu ou boné, bota ou tênis com solado aderente, água, máquina fotográfica, óculos de sol, filtro solar, documentos pessoais. Lembre-se também que o Love Valley está dentro de uma área de preservação e com exceção do café no meio do vale, não há banheiros ou lanchonete, então se for levar lanches, não deixe lixo no local.

  • Valores:

Entrada grátis!

Não há taxa de entrada no Love Valley Capadócia.

  • Se localize:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *