Um dia em Bratislava: dicas, fotos e roteiro de atrações na capital da Eslováquia

Ainda pouco conhecida pelos brasileiros, Bratislava se tornou nos últimos anos um dos destinos mais queridos e visitados pelos europeus, motivados pelos preços relativamente baixos e localização privilegiada: situada no sudoeste da Eslováquia, a cidade fica próxima a fronteira com a Áustria e a Hungria, o que facilita muito a viagem para ambos os países.

Cortada pelo rio Danúbio, Bratislava é a capital e principal centro turístico, educacional e econômico do país, representando 26% do PIB eslovaco. É também uma das cidades que mais crescem na Europa, recebendo filiais de importantes lojas e empresas como Volkswagen, IBM e Lenovo, o que incentiva também a construção civil: inúmeros e modernos arranha-céus dominam o horizonte da cidade e muitos outros estão em construção. Apesar disso, Bratislava ainda mantém um clima de cidade pequena, principalmente em seu centro histórico.

Bratislava vista do alto do castelo: repare nos modernos edifícios ao fundo
Distrito financeiro de Bratislava
Edifício da sede da Rádio Eslovaca

Breve história

O desenvolvimento econômico de Bratislava não vem de hoje. Durante o Império Romano, a cultura da produção de vinho foi introduzida na região, trazendo crescimento. Séculos depois, a cidade passou a fazer parte do Reino da Hungria, chamando-se Pressburg e tornando-se um centro administrativo, econômico e político fronteiriço de grande importância. Em 1536 tornou-se capital da Hungria, tornando-se parte do Monarquia de Habsburgo. No reinado de Maria Teresa da Áustria, a cidade cresceu e ganhou palácios, igrejas e edifícios monumentais. Porém, nos reinados seguintes sua importância caiu por decisões políticas, além de ter sido invadida por nazistas e soviéticos. Em 6 de março de 1919 foi rebatizada de Bratislava e em 1993, com a dissolução da Checoslováquia em dois países, se tornou a capital da Eslováquia – o outro país surgido dessa separação foi a República Tcheca.

Quanto tempo ficar

Bratislava está localizada há apenas 62 km de Viena, 196 km de Budapeste e 324 km de Praga, sendo facilmente ligada a essas cidades através de ônibus ou trem. Com isso, Bratislava é quase sempre vista como uma cidade de passagem, principalmente para quem faz a viagem
entre viena e Budapeste – é possível comprar as passagens com uma parada em Bratislava pela manhã, deixar as malas em um guarda volumes e conhecer a cidade em um dia. As principais atrações ficam localizadas no centro histórico, que é pequeno e compacto, e é facilmente acessado a pé.

Eu estava em Budapeste e fiz um bate volta até Bratislava em um ônibus da FlixBus (14€), uma viagem de aproximadamente 2 horas de duração. Para mim, um dia foi mais que suficiente para apreciar a cidade, mas se você quer curtir ao máximo e com calma as principais atrações, reserve pelo menos 2 dias. No geral, achei Bratislava bonita e bem conservada, mas se comparada com outras capitais europeias, deixa a desejar.

Bratislava não conta com metrô, mas há muitas linhas de ônibus e essa espécie de metrô de superfície (foto) que corta o centro histórico

      O que ver e fazer na cidade:

  • Michael’s Gate

O imponente Portão de Miguel foi construído por volta do ano 1300 para ser uma das 4 entradas da antiga cidade medieval, que na época era cercada por uma grande fortaleza. Dessa antiga construção, apenas esse portão foi preservado, tendo passado por várias reconstruções, como a de 1758, no qual a torre ganhou estilo barroco.

Já seu nome se deve a uma estátua de São Miguel localizada no topo da torre, junto com a imagem de um dragão. Atualmente a torre abriga uma exposição de armas pertencente ao Museu da Cidade de Bratislava.

  • Igreja de Santo Estêvão

A pequena igreja pertencente ao Complexo dos Capuchinhos foi construída entre 1711 e 1717.

  • Castelo de Bratislava

A primeira menção ao castelo data do ano 907. Entre 1387 e 1437 foi reconstruído em estilo gótico e em 1562 em estilo renascentista. Já o estilo barroco que vemos hoje em dia veio depois de uma reconstrução em 1649, mesmo período em que o castelo foi transformado em sede real. Parcialmente destruído por bombardeios napoleônicos em 1809 e por um incêndio em 1811, o castelo permaneceu fechado até 1950, quando foi todo reformado e aberto ao público para se tornar um dos símbolos do país. Atualmente, no castelo funciona o Museu Histórico Nacional Eslovaco e o Parlamento da Eslováquia (localizado em um anexo).

Localizado no alto de uma colina às margens do Rio Danúbio, o Castelo de Bratislava pode ser visto de quase todo o Centro Velho. Eu não cheguei a entrar no castelo, cujo ingresso custa 10. Mas apreciei os bem cuidados jardins ao redor, que proporcionam belas vistas de toda a cidade – dizem que em dias claros, é possível avistar 3 países do alto de uma de suas torres (Áustria, Hungria e claro, Eslováquia).

Para chegar ao castelo, é necessário subir uma grande escadaria localizada do outro lado da via expressa que corta a Cidade Velha – há uma passagem próxima a Igreja de São Martinho.

Escadaria que dá acesso ao castelo

  • Catedral de São Martinho

Principal igreja do país, a Catedral de São Martinho foi construída no século XIII e foi por mais de 300 anos o local oficial da coroação dos imperadores austro-húngaros. Ao todo, foram celebradas 19 coroações em seu interior, sendo a mais famosa delas a da Imperatriz Maria Teresa, descendente dos Habsburgos.

A igreja quase foi demolida nos anos 1990 para a construção de uma via expressa, obra essa que causou muita polêmica na época, já que muitos edifícios históricos foram destruídos. Apesar de ter sido poupada da demolição,  fachada da igreja, infelizmente, está há pouquíssimos metros da avenida.

  • Palácio de Grassalkovich e Jardim Presidencial

O Palácio de Grassalkovich foi construído em 1760 estilo barroco rococó e é atualmente a residência oficial do presidente da Eslováquia.  Anexado ao palácio está o grandioso Jardim Presidencial, com fontes, estátuas e jardins em estilo francês.

Jardim Presidencial
  • Fonte do Planeta da Paz

Essa bonita fonte fica localizado em frente ao palácio presidencial.

Olha eu na fonte
  • Old Town Hall e Museu da Cidade de Bratislava

A Old Town Hall é um complexo de edifícios construídos no XIV e que desde o século XV abriga a prefeitura de Bratislava, sendo essa a mais antiga prefeitura do país. Já a famosa torre foi construída em 1370.
Nesse prédio fica localizado o Museu da Cidade de Bratislava, que conta com uma exposição sobre a história de Bratislava desde os primeiros períodos até o século XX. É o museu mais antigo em operação contínua na Eslováquia, um país estabelecido pela primeira vez em

  • Teatro Nacional Eslovaco

Maior e mais antigo teatro do país, a Ópera Nacional Eslovaca está instalada em um imponente edifício em estilo neo renascentista construído entre 1885 e 1886 – na época do edifício era chamado de Teatro da Cidade. Já em 1986 um novo teatro foi construído em anexo afim de receber parte da programação.

  • Man at Work

O Centro Histórico de Bratislava é repleto de curiosas estátuas, sendo a a mais famosa delas a do Cumil, um operário saindo do bueiro. A estátua não é pequena e fica localizada na esquina da rua Panská com a rua Rybárska, sob uma placa que diz ‘man at work’ (homem trabalhando) – cuidado para não tropeçar e cair sobre ela.

  • Igreja Jesuíta

A igreja foi construída de 1636 a 1638 como um local de culto para os protestantes, por isso a igreja não poderia se assemelhar a uma casa de culto católica romana; então foi idealizado um templo sem torre, presbitério e sem entrada da rua principal (que foram colocados mais tarde). Anos depois, porém, passou a fazer parte da Companhia de Jesus.

  • Praça Principal

A praça central de Bratislava é cercada por históricas construções como a Old Town Hall e a Roland’s Fountain. A tradicional Feira de Natal acontece todos os anos na praça a partir do final de novembro até o final de dezembro.

É dessa praça que partem os famosos carros turísticos que fazem passeios pelo centro histórico.

Carrinho turístico
  • Igreja Franciscana

Construída em 1297, essa é a mais antiga igreja da Cidade Velha de Bratislava. No passado, esse espaço servia para reuniões maiores de pessoas da cidade ou nobres húngaros.

Igreja Franciscana à direita
  • Igreja de Nossa Senhora do Loreto

  • Praça da revolta nacional eslovaca (Námestie Slovenského národného povstania)

A Praça da Revolta Nacional Eslovaca ou simplesmente SNP o século XX é uma das mais simbólicas do país, servindo como local para demonstrações nacionais de independência e soberania.

  • Antiga Catedral de São João de Matha e São Félix de Valois

Essa bonita barroca foi construída no local da antiga Igreja de São Miguel, que foi demolida em 1529. Já em 1717 a Ordem da Santíssima Trindade começou a construir essa igreja atual, inspirada na Igreja de São Pedro em Viena. Já o antigo mosteiro em anexo à igreja foi transformado em sede do Conselho Nacional da República Eslovaca.

  • Igreja da elevação da Santa Cruz (Kostol Povýšenia svätého Kríža) 

Essa igreja gótica faz parte do antigo Convento das Clarissas construído em 1297. Atualmente é usado como um salão de concertos e exposições.

  • Michalská

Essa bonita rua medieval é uma das principais da Cidade Velha. Cheia de lojas de souvenir, grifes famosas e badalados bares e restaurantes, a rua Michalská tem início no Portão de Miguel.

  • Palácio de Verão do Arcebispo

O palácio era originalmente no século XVII um assento de verão renascentista para os arcebispos de Bratislava. Atualmente, o palácio agora abriga o governo da Eslováquia .

  • Praça da Liberdade

Grandiosa e arborizada praça em frente ao Palácio do Arcebispo.

  • Igreja Blumentál

  • Catedral da Exaltação da Santa Cruz

Foi construído no ano de 1860 na borda do cemitério de Santo André (Ondrejský cintorín). Desde 1972, o santuário pertence à Igreja Católica Grega.

  • Most SNP

A Ponte da Revolta Nacional Eslovaca, popularmente conhecida como Most Slovenského národného povstania (SNP), Ponte UFO ou Nový Most (“New Bridge”), é uma curiosa ponte construída entre 1993 e 2012 sobre o rio Danúbio. É a ponte mais longa do mundo para ter um poste e um avião estaiado.

A maior atração da ponte é a estrutura em forma de disco voador no topo da torre de 84,6 metros, que abriga uma plataforma de observação e um restaurante, que desde 2005 foi chamado OVNI.

  • Informações práticas

Nome: Bratislava
País: Eslováquia
População (2018): 432 mil habitantes (1° país)
Idioma: língua eslovaca
Moeda: Euro

  • Se localize:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *