Bosque dos Jequitibás: o mais antigo parque de Campinas

Um verdadeiro oásis em meio a selva de pedra. Essa é a melhor definição para o Bosque dos Jequitibás, centenária área verde localizada na região central de Campinas e que recebe mais 1 milhão de visitantes por ano, motivados por sua história, belezas naturais, sensação de tranquilidade, entre outros atrativos.

Esse é também um dos lugares preferidos da criançada campineira e várias atividades voltadas para o público infantil são constantemente aqui realizadas – eu mesmo passei boa parte da minha infância aqui. E mesmo depois de “velho”, continuo sendo encantado por esse bosque.

Alameda principal
Homenagem a São Francisco de Assis

História:

No final do século XIX, a área onde hoje se localiza o bosque era chamada de “Campo das Caneleiras” e pertencia a Francisco Bueno de Miranda. Em 1880, esse importante fazendeiro resolveu transformar parte de suas terras em um espaço de convívio para a população. A partir daí, projetos paisagísticos trouxeram aparência de jardim inglês ao bosque, como a construção de um chalé projetado por Ramos de Azevedo.

Chalé projetado por Ramos de Azevedo

Já em 1915, a área verde é adquirida pela Prefeitura Municipal, sendo oficialmente aberta ao público com o nome de Bosque dos Jequitibás. Desde então, outras intervenções paisagísticas e urbanísticas foram realizadas em seu interior, contando com o auxilio de nomes como Anhaia Melo e Prestes Maia.

Na década de 1970, o bosque esteve ameaçado, pois a construção da via expressa da Avenida Aquidabã previa a derrubada de boa parte da área verde – por sorte, mudanças foram feitas no projeto e a vegetação, salva. Atualmente, o bosque tem aproximadamente 10 hectares, incluindo uma densa área de preservação permanente de Mata Atlântica.

Cutias vivem soltas pelo bosque e são uma atração à parte

Devido a importância histórica e vegetal, o Bosque é tombado desde 1970 pelo CONDEPHAAT como patrimônio do Estado de São Paulo. Em 1993, foi a vez do CONDEPACC tombar o bosque e sua área envoltória como patrimônio municipal – essa resolução proíbe construções maiores de dois andares em um raio de 100m do bosque. Já em 1995, o mini zoológico foi reconhecido pelo o IBAMA por sua educação, preservação e pesquisa ambiental. Existe também o interesse de tombar o Museu de História Natural em um processo à parte.

Atrações do Bosque dos Jequitibás:

  • Casa do Caboclo

Essa interessante casa feita em pau-a-pique recria uma moradia rural, incluindo mobília e objetos típicos. A casa recebeu recentemente o nome de Casa Rui Gouvêa.

Não deixe de ir para os fundos da casa, onde há a réplica de um poço.

  • Aquário Municipal

Criado em 1992, o aquário é composto por treze aquários de água doce e dez de água salgada que contém espécies presentes nos rios brasileiros e nos oceanos Atlântico e Pacifico.

Horário de funcionamento: De quarta-feira a domingo, inclusive feriados, das 9 h às 12 h e das 13h às 17h.

  • Museu de História Natural

Uma das mais importantes e interessantes instituições de Campinas, o Museu de História Natural foi criado em 20 de maio de 1939 com o intuito de promover o conhecimento e a preservação da fauna e flora brasileira. Fazem parte do museu mais de duas mil peças, incluindo 393 mamíferos, 475 aves, 187 répteis, 178 peixes, 790 insetos e 144 invertebrados de diferentes ecossistemas como a Mata Atlântica, Amazônia, Cerrado e Pantanal. Dessa coleção, mais de 300 espécies estão expostas para o público – esses animais estão empalhadas dentro de vitrines. Só uma curiosidade, o nome técnico do empalhamento de animais é taxidermia.

O museu também desenvolve projetos de educação ambiental para crianças, professores e público em geral.

Horário de funcionamento: De quarta-feira a domingo, inclusive feriados, das 9 h às 12 h e das 13h às 17h. Bilheteria aberta até 16:40h.

  • Casa dos Animais Interessantes

Esse museu foi criado a partir da coleção de répteis e aracnídeos que antes estavam no aquário municipal. São cobras, aranhas, escorpiões e rãs das mais diferentes espécies e que estão em amostra dentro de aquários.

Horário de funcionamento: De quarta-feira a domingo, inclusive feriados, das 9 h às 12 h e das 13h às 17h – o ingresso para o aquário dá acesso a esse museu.

  • Fonte 

Essa belíssima fonte originalmente estava instalada no Jardim Público de Campinas, atual Centro de Convivência. Porém, intervenções urbanísticas na praça transferiram a fonte para o interior do bosque e desde então encanta adultos e crianças. Ele é composto pela escultura de dois cisnes laterais e um chafariz central.

  • Sala de Educação Ambiental Professora Egle Carneiro de Oliveira Passadore

Essa sala dedicada a educação e preservação do Meio Ambiente foi inaugurada em fevereiro de 2016 e abriga exposições, palestras e outras atividades. Esse foi o terceiro centro de estudos ambientais aberta na cidade.

  • Teatro Infantil Carlos Maia

Também chamado de Carlito Maia, esse pequeno e histórico teatro tem capacidade para 160 pessoas, 2 camarins individuais e um palco em estilo italiano, que permite uma visão completa da peça, sendo especializado em peças infantis. O espaço presta homenagem a Carlos Maia, filho do ex-prefeito Orozimbo Maia e uma das figuras mais interessantes e controversas de Campinas. Médico, pintor, ator e carnavalesco, Carlito foi um dos responsáveis por mudar a cena artística campineira durante o século XX.

  • Mini zoológico

O mini zoológico abriga em recintos e viveiros inúmeras espécies da fauna brasileira, como araras, tucanos, corujas, antas, hipopótamo, jacarés, macacos, lontra, onça e leão, as duas maiores atrações. Apesar de ser o maior atrativo do bosque, a prefeitura de Campinas anunciou recentemente que o mini-zoológico será desativado ao longo dos anos, ou seja, não haverá a substituição dos animais quando os mesmos vierem a morrer – palmas para a decisão da prefeitura.

Viveiro
Viveiro
Viveiro

Além dessas atrações, o bosque conta com pistas de caminhada em meio a vegetação, lanchonetes, áreas para piqueniques, loja de souvenires e playground.

Se localize:

Rua Coronel Quirino, n°02 – Bosque, Campinas – SP, 13025-004.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *