Um dia em Liubliana: conheça a bela capital da Eslovênia

Uma das capitais menos conhecidas da Europa, Liubliana (Ljubljana na grafia local) surpreende positivamente por sua história, beleza arquitetônica e principalmente qualidade de vida – a cidade é uma referência em saúde, infraestrutura, educação e cultura. Os muitos jardins, parques e reservas naturais, além de regras que restringem o tráfego de veículos em algumas áreas e incentivam o uso de transportes alternativos, fizeram Liubliana ganhar o Prêmio Capital Verde da Europa em 2016 por suas conquistas ambientais.

Com mais de 290 mil habitantes, Liubliana é a capital e maior cidade da Eslovênia, além de ser o principal centro financeiro, comercial e educacional do país.

Centro Histórico de Liubliana
Região central de Liubliana vista do alto do Castelo

No passado, Liubliana se situava no meio de uma rota comercial entre o norte do Mar Adriático e a região do Danúbio, o que trouxe riqueza e prosperidade para a região. Durante a idade média, ficou sob o domínio dos Habsburgos até a dissolução do Império Austro-Húngaro em 1918. Após a Segunda Guerra Mundial, Liubliana tornou-se a capital da República Socialista da Eslovênia, parte da República Socialista Federativa da Iugoslávia, mantendo esse status até 1991, quando a Eslovênia se tornou independente, se tornando capital desse país.

A cidade foi destruída por dois grandes terremotos em 1511 e 1895. Mesmo assim, boa parte dessa longa história pode ser vista em sua arquitetura, com uma grande mistura de estilos, em especial o barroco.

Arquitetura no Centro Histórico de Liubliana
Centro Histórico de Liubliana
  • O que ver e fazer em Liubliana:

  • Igreja Rosa

A Igreja Franciscana da Anunciação é a mais famosa igreja de Liubliana e sede paroquial da cidade. Construída entre 1646 e 1660 para substituir uma antiga igreja, desde então chama a atenção de todos por sua cor avermelhada (que mais parece rosa) – cor essa que simboliza a ordem monástica franciscana.

  • Prešeren Square

Localizada em frente à Igreja da Anunciação, essa é a praça central de Liubliana e palco inúmeros concertos, eventos esportivos e políticos e o famoso Carnaval de Liubliana. Foi projetada no século XVII pelo arquiteto Max Fabiani, que idealizou a praça como ponto de encontro de quatro ruas. No centro está uma estátua de bronze em homenagem ao poeta nacional esloveno France Prešeren.

Monumento à France Prešeren
  • Rio Ljubljanica

O Ljubljanica é um dos principais rios da Eslovênia e corta a capital Liubliana ao meio, dividindo a cidade em duas partes: medieval e nova. Contando com seu afluente Little Ljubljanica (Mala Ljubljanica), o rio tem 41 km de comprimento.

Uma das principais atrações naturais da cidade, o Ljubljanica é muito popular principalmente entre os caçadores de tesouros, pois acredita-se que o rio tenha entre 10.000 e 13.000 objetos de valor ao longo de seu trajeto. Para ajudar a conter essa tendência, o parlamento nacional da Eslovênia declarou em 2003 o rio como um local de importância cultural e baniu o mergulho sem autorização.

Olha eu às margens do rio
  • Ponte do Dragão

Mais famosa ponte de Liubliana, a ponte foi aberta ao público em 1901 com o nome Ponte do Jubileu do imperador Franz Josef I. Já em julho de 1919, foi renomeado para Dragon Bridge, em referência as quatro estátuas de dragão situados nas extremidades da estrutura. Há uma lenda de que Jason foi o fundador de Liubliana, e ele e seus Argonautas mataram um dragão. De acordo com as lendas locais, quando uma virgem atravessa a ponte, os dragões balançam suas caudas.

É a primeira ponte na Eslovênia pavimentada com asfalto , a primeira ponte de concreto armado em Liubliana e uma das primeiras pontes de concreto armado da Europa. Quando foi inaugurada, tinha o terceiro maior arco da Europa naquela época.

  • Ponte Tripla

Esse belo conjunto de três pontes localizada em frente a Igreja da Anuncição, sobre o Rio Liubliana, foi construída em 1842, quando apenas a ponte do meio foi aberta ao tráfego. A fim de impedir que a ponte de arco de pedra de 1842 fosse um gargalo para o transito, o arquiteto Jože Plečnik projetou em 1929 duas pontes de pedestres em um pequeno ângulo em cada lado da ponte original. A ponte tripla foi finalizada em 1932 e desde 2007 é fechada exclusivamente para pedestres.

Ponte tripla em frente à Igreja Rosa
  • Ponte dos Açougueiros

Ponte dos Açougueiros é uma das mais novas sobre o Rio Ljubljanica, inaugurada em 2010. De arquitetura moderna e decorada com obras do escultor Jakov Brdar, a ponte se tornou rapidamente a “ponte dos cadeados” da cidade, já que casais apaixonados começaram a colocar cadeados em seus fios de aço.

Os inúmeros cadeados na ponte
  • Mercado Central

O Ljubljana Central Market foi projetado por Jože Plečnik entre 1931 e 1939 e faz parte de um complexo com mercado de flores na junção da Praça Pogačar e Vodnik Square, um mercado de peixe e frutas secas no nível mais baixo do mercado municipal e padarias, laticínios e carnes de carne em ambos os níveis. Já a colunata no final da Ponte Tripla fornece abrigo para barracas que vendem ervas, especiarias e artes e ofícios.

O mercado está aberto diariamente, exceto aos domingos.

Praça onde o mercado ao ar livre é montado
  • Castelo de Liubliana

Possivelmente a maior atração turística de Liubliana, o grandioso castelo medieval se ergue imponenete no alto de uma colina e pode ser visto de todo o distrito central – e lá do alto, se tem uma das mais belas vistas. Originalmente uma fortaleza medieval, provavelmente foi construída no século XI e reconstruída no século XII para ser uma estrutura de defesa. Atualmente o castelo funciona como um centro cultural, com exposições e um museu. O ingresso custa 8 euros.

Para subir até o alto da colina, pegue o famoso funicular situado atrás do Teatro de Fantoches, perto do Mercado Central – o ingresso pode ser comprado junto com a entrada do castelo. Já para os mais bem dispostos, é possível subir até o alto através de trilhas de paralelepípedos.

Mesmo se você não quiser entrar no museu, aproveite os mirantes naturais e os belos jardins ao redor do castelo, muito usados para caminhadas e piqueniques.

  • Catedral de Liubliana

Oficialmente denominada Igreja de São Nicolau, essa é a Catedral de Liubliana. Construída em estilo gótico, a igreja foi completamente reformada entre 1701 e 1706 e passou a ter estilo barroco.

  • Teatro de Fantoches

O Ljubljana Puppet Theatre é o principal espaço do Teatro de Marionetas da Eslovênia, apresentando espetáculos de marionetes e apresentações teatrais para o público jovem e adulto.

  • Praça da Cidade

A Town Square é uma bonita praça localizada na parte medieval da cidade. Nela se localizam a Town Hall (prefeitura), a Robba Fountain e a Casa Krisper, onde nasceu Julija Primic, inspiração do poeta romântico esloveno France Prešeren.

Praça da Cidade
Town Hall
  • Ópera de Liubliana

A sede da companhia nacional de ópera e balé, o Teatro Nacional de Ópera e Balé de Ljubljana foi construído entre 1890 e 1892 em estilo neo-renascentista.

  • Praça da República

Maior praça de Liubliana, a Republic Square foi projetado na segunda metade do século XX por Edvard Ravnikar.

Fica bem em frente a Assembléia Nacional, palácio modernista construído entre 1954 e 1959.

Republic Square
Fachada da Assembléia Nacional
  • Museu Nacional da Eslovênia e Museu Esloveno de História Natural

Situados no mesmo edifício, os dois museus formam a instituição científica e cultural mais antiga do país, fundados em 1821. O Museu Nacional da Eslovênia tem uma extensa coleção de artefatos arqueológicos , moedas antigas e notas de banco. Já o Museu Esloveno de História Natural apresenta coleções nacionais, europeias e mundiais que mostram as mudanças na biodiversidade e o desenvolvimento do pensamento da história natural.

  • Praça do Congresso

A praça foi construída em 1821 no local das ruínas de um mosteiro medieval. Depois, a praça foi usada para fins cerimoniais durante o Congresso de Liubliana, ocasião que deu nome ao lugar. Durante o período comunista foi renomeado Praça da Revolução e alguns anos depois a Praça da Libertação, mas a população local continuou a usar o antigo nome. Em 1990, recuperou seu nome original.

Ao redor da praça estão belíssimos edifícios como a antiga Igreja barroca de Ursulina da Santíssima Trindade, o Edifício do Cassino , um dos poucos edifícios neoclássicos remanescentes em Liubliana após o terremoto de 1895 , o edifício da Filarmônica da Eslovênia e a reitoria da Universidade de Liubliana.

Filarmônica da Eslovênia
Universidade de Liubliana
  • Church of St. James

A igreja foi construída em estilo barroco entre 1613 e 1615 e é dedicada a São Tiago Maior.
No lado da igreja há uma coluna erguida em 1682 para comemorar a vitória dos Habsburgos contra os turcos otomanos na batalha de São Gotardo.

Praça ao lado da igreja com a coluna em homenagem à vitória dos Habsburgos
  • Fonte de Hércules

Mais uma das grandes fontes de Liubliana, essa é dedicada à Hércules. Aproveite e curta a região ao redor da fonte, uma das mais badaladas do centro antigo, repleto de lojas, bares e restaurantes.

  • Se localize:

Centro Histórico de Liubliana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *