As ilhas de Perast, em Montenegro: São Jorge e Nossa Senhora das Rochas

Localizada no Mar Adriático, ao sul de Montenegro, a Baía de Kotor surpreende: suas cidades medievais juntamente com o ambiente natural, formam um dos mais belos e importantes atrativos da região dos Bálcãs. Tanto que a área natural e cultural-histórica de Kotor é Patrimônio da Humanidade desde 1979. Suas numerosas igrejas e monastérios ortodoxos e católicos fazem dela um importante local de peregrinação e mais recentemente duas pequenas ilhas da baía se tornaram um interessante ponto turístico. Vamos conhecê-las?

As duas ilhas na Baía de Kotor, próximos à cidade de Perast
  • Ilha de Nossa Senhora das Rochas

Nossa Senhora das Rochas é a maior e mais visitada das duas ilhas. Com 3030 m², foi criada ao longo dos séculos por marinheiros locais que fizeram um juramento depois de encontrar a imagem de Nossa Senhora em uma pedra na Baía de Kotor em 22 de julho de 1452. Ao retornar de cada viagem bem-sucedida, eles colocavam uma pedra na baía. Com o tempo, uma ilhota se formou no mar da baía. E esse costume de atirar pedras no mar continua vivo. Todos os anos, no dia 22 de julho, em um evento chamado fašinadain, moradores locais pegam seus barcos e lançam pedras no mar, ampliando cada vez mais a superfície da ilha.

A bela Igreja de Nossa Senhora das Rochas é o maior edifício ali construído. Reconstruída em 1722, a igreja abriga 68 pinturas de Tripo Kokolja, um famoso artista barroco do século XVII de Perast, além de outros objetos de imensurável valor religioso.

Na ilha também é possível encontrar um pequeno museu com fotos e objetos que mostram a história do lugar; uma loja de souvenir e uma antiga luz de navegação no extremo oeste da ilha.

  • Ilha de São Jorge

Ao contrário de sua vizinha Nossa Senhora das Rochas, São Jorge não é uma ilha artificial e sim uma ilha natural, coberta de vegetação e ciprestes.

Na ilha se encontra o mosteiro beneditino Saint George do século XII e o cemitério da antiga nobreza de Perast, que funcionou até 1866.

Ao longo de sua história, durante o cerco de Cattaro em 14 de outubro de 1813, a ilha foi detida pelos franceses e capturada por uma força naval britânica e siciliana.

 

  • A visita

A cidade base para visitar as ilhas é Perast, histórica vila de 300 habitantes e patrimônio da humanidade pela UNESCO (não deixe de visita-la). Lá, é possível pegar um barco local que faz a travessia entre a cidade e a Ilha de Nossa Senhora das Rochas em poucos minutos. Barcos também partem do lado oposto da baía, onde se encontra um restaurante e um pequeno farol.

O barco custa 6 euros e tem capacidade para cerca de 30 pessoas. O passeio na ilha de  não é demorado, leva cerca de 20-30 minutos, mas compensa pelas belíssimas vistas da Baía de Kotor.

É necessário pagar 1 euro para entrar na igreja, assim como no museu.

Infelizmente, os barcos não fazem parada na Ilha de São Jorge, apenas a contornam para que os turistas possam admira-la do próprio barco.

Barco que faz a travessia entre Perast e a ilha
Baía de Kotor vista da ilha
Perast vista da Ilha das Rochas
  • Se localize:

Uma resposta a “As ilhas de Perast, em Montenegro: São Jorge e Nossa Senhora das Rochas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *