Roteiro de um dia em La Plata, Argentina

Se você está em Buenos Aires e está com vontade de conhecer alguma cidade próxima, La Plata é uma excelente e diferente opção para fazer turismo. Ainda pouco conhecida pelos brasileiros que viajam até a Argentina, La Plata é a capital da província de Buenos Aires desde 1882, quando foi oficialmente inaugurada pelo governador Dardo Rocha para ser a nova capital da província, já que a cidade de Buenos Aires havia se transformado em Distrito Federal em 1880. Projetada do zero, a cidade cresceu e se tornou o principal centro econômico, político, administrativo e educativo da província, tendo uma população de cerca de 800 mil pessoas.

Colégio San José

Muito confundida com Mar del Plata, no qual tem semelhanças com o nome, La Plata se chamou oficialmente Ciudad Eva Perón entre 1952 e 1955, em homenagem a ex-primeira dama argentina que havia falecido naquele ano – Evita e Juan Perón também se casaram na cidade, em 1945. La Plata também é popularmente conhecida como Ciudad de las Diagonales, por ser uma cidade planificada e com um traçado quadrado que é cortado por grandes avenidas diagonais, que em seus cruzamentos formam grandes praças e bosques públicos, tendo em seu centro a Plaza Moreno. E é ao longo dessas praças e avenidas que se erguem as imponentes construções do final do século XIX e início do XX que deram outra alcunha a cidade, a de Atenas da América.

Palácio Municipal na Plaza Moreno
  • De Buenos Aires até La Plata

Fiquei 5 dias em Buenos Aires, sendo que no 4° dia eu decidi fazer esse bate volta até La Plata de ônibus. O embarque é feito em um terminal a céu aberto que fica localizado bem ao lado da estação de trem e da Plaza San Martin, no bairro do Retiro.  A região é bem degradada, cheia de ambulantes e moradores de rua, então é bom tomar cuidado ao andar por essas bandas. Existem duas empresas que fazem o trajeto de 60 km até La Plata: Plaza e Metropolitana. Fui com a primeira e a passagem custou cerca de 130 pesos – a passagem é comprada na hora e utiliza-se o cartão SUBE para pagar a passagem, o mesmo usado no metrô.

A viagem dura cerca de uma hora e meia e utiliza praticamente uma única via para se chegar no local, a Autoestrada Dr. Ricardo Balbín. Chegando na cidade, pedi para o motorista me avisar qual seria o ponto mais próximo do centro. Com isso, acabei descendo na Plaza Italia e segui a pé até a Plaza Moreno e arredores.

Para voltar até Buenos Aires, foi preciso ir até a Rodoviária de La Plata. Com a ajuda de locais, peguei um ônibus municipal ao lado da Catedral, na avenida 51 (não lembro o número da linha) e desci na avenida 44, próxima a Plaza Itália. De lá, é só seguir mais uma duas quadras pela Calle 4 até chegar na rodoviária, que não é lá um lugar muito agradável (muito mal cuidado e inseguro). O ônibus demorou quase uma hora para partir.

Também é possível ir e voltar de trem através da Estação Constituición e em um trajeto que dura cerca de uma hora e meia (mas que não é muito recomendado por questões de segurança).

Plaza Moreno: Monumento à Mariano Moreno e a Catedral de La Plata ao fundo
  • O que fazer na cidade

Só foi descer do ônibus que uma forte tempestade caiu na cidade e como estava sem guarda chuva (pra variar) tive que esperar o tempo melhorar um pouco por quase uma hora dentro de uma lanchonete. Assim que o sol deu suas caras novamente, segui pela Avenida 7 até a Plaza San Martin e depois a avenida 51, que sai bem em frente a Plaza Moreno. Ao longo desse trajeto vale a pena apreciar os inúmeros edifícios de arquitetura eclética que trazem um clima europeu a cidade e que são uma atração a parte, como o Colégio San José, Casa Matriz do Banco de la Província, Banco de la Nacion, Universidade de La Plata, Ministério da Economia, Centro Cultural Pasaje Dardo Rocha, Ex- Banco Hipotecário Nacional, o Palácio da Justiça, Palácio da Legislatura e a Casa de Governo.

Avenida 51
Avenida 51
Banco de la Nación na Avenida 7

Além da arquitetura dos edifícios, outros lugares interessantes para vistar são:

  • República de los Niños

Inaugurado em 1951 pelo presidente Juan Perón, a República de los Niños é considerado o primeiro parque temático das Américas a reproduzir fielmente o espaço urbano e rural para crianças de até 10 anos de idade. Ocupando mais de 50 hectares, o parque tem Palácio do Governo, capela, aeroporto, hospital, centro cívico e muitas áreas educativas.

  • Plaza Moreno

Essa gigantesca praça de 8 hectares (uma das maiores do país) é a principal da cidade, localizada bem no centro da planta original e local do marco zero. Batizada em 1901 em homenagem a Mariano Moreno – até então era conhecida como Plaza Principal – a praça abriga belíssimos jardins, fontes, estátuas, monumentos, a Catedral e o Palácio Municipal.

Plaza Moreno
  • Catedral de La Plata  (Catedral de la Inmaculada Concepción) 

La Plata tem muito para se orgulhar de sua catedral, que é maior igreja gótica da América Latina e uma das mais altas do mundo. Essa construção é simplesmente fantástica e impressiona pelo seu tamanho, tomando todo o horizonte da praça Moreno. Para se ter ideia, as suas torres podem ser vistas da rodovia que dá acesso a cidade, de tão altas que são. E no seu interior, além de funcionar um Museu que conta a história de sua construção, é possível também subir uma de suas torres e ter uma visão de toda a praça através do elevador panorâmico. Porém, para minha frustração, a igreja estava fechada ::putz:: . Mesmo assim a vista da igreja é fenomenal.

Eu não saí focado na foto, mas está valendo hehe

No subsolo fica localizado a Confiteria Ritz, de ambiente aconchegante. O acesso ao café se dá por uma porta ao lado direito da escadaria principal. Lá são servidos principalmente bolos e tortas, que tinham uma aparência muito apetitosa. Optei por uma empanada, salgado típico na Argentina (15 pesos) e que estava uma delícia. O atendimento é bom, porém um pouco demorado e os valores variam entre 15 e 100 pesos. Vale avisar que vários dos pratos descritos no cardápio não estavam disponíveis no dia que visitei a confeitaria, algo que me deixou um pouco frustado (afinal, quem não ficaria triste com falta de comida? :3).

Interior do Ritz, no subsolo da Catedral de La Plata
  • Palácio Municipal

O Palácio Municipal é sem dúvidas uma das mais belas e chamativas construções da cidade. Localizada bem em frente a Catedral, na Plaza Moreno, o Palácio foi construído entre 1883 e 1888, seguindo o estilo neo-renascentista alemão da escola arquitetônica de Belas Artes. No alto de sua torre se encontra um típico relógio inglês que fazia parte da antiga estação ferroviária. O palácio funciona como sede do governo local e a casa do poder executivo.

Fachada principal do Palácio Municipal
Os fundos do Palácio Municipal
  • Museu de Ciências Naturais (Museu de La Plata)

Maior e mais importante museu da cidade, faz parte da Faculdade de Ciências Naturais da Universidade Nacional de La Plata. Inaugurado em 1884 e ocupando um imponente edifício neoclássico projetado pelo alemão Federico Heynemann e pelo sueco Enrique Âberg, no Paseo del Bosque, o museu tem em seu acervo mais de 3 milhões de objetos, apesar que poucos estão em exibição, com destaque para os fósseis de mamíferos, a coleção de artefatos arqueológicos e etnográficos e a Sala Egípcia, que guarda 3 múmias de quase 3 mil anos. O museu também abriga a Biblioteca Florentino Ameghino. Foi declarado Monumento Histórico Nacional da Argentina em 1997 devido a sua importância.

  • Teatro Argentino 

Esse teatro é a segunda maior e mais importante casa de espetáculos do país, depois do Colón. Localizado na Avenida 51, n° 702, o Teatro Argentino atual foi inaugurado em 1999, substituindo o antigo teatro que havia sido destruído por um incêndio em 1977. Tem capacidade para até 2 mil pessoas.

O grandioso Teatro Argentino
  • Informações práticas

Nome: La Plata
Província: Buenos Aires
População (2010): 800 mil habitantes (5° país)
Idioma: espanhol
Moeda: peso argentino
Distância até a capital: 60 km

  • Se localize:

2 Respostas a “Roteiro de um dia em La Plata, Argentina

  1. Olá, Rafael.
    Estou indo para Buenos Aires neste mês de julho e a cidade de La Plata está no meu roteiro. Quero agradecer pelas suas dicas. As fotos me deixaram com mais vontade de conhecer a cidade.
    Grande abraço.

    1. Olá Márcio, como vai?
      Fico muito feliz que esse post tenha te ajudado. Não deixe de conferir as outras postagens sobre Buenos Aires. Curta muito sua viagem, a Argentina é maravilhosa. Super abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *